Bayard Demaria Boiteux (1916 - 2004)

NA ESCOLA, TAL COMO NO MUNDO, TODOS SOMOS PROFESSORES E TODOS SOMOS ALUNOS.
(Faculdade Economia Porto)

terça-feira, dezembro 03, 2013

Agrupamento Escolas das Aldeias dos Macacos: Manifesto Eleitoral...

Tendo em conta, os  imperativos desígnios da pátria, perante as grilhetas da troika impostas à independência da globalização, vimos por esta via, declarar publicamente, como nossa intenção, candidatarmo-nos à direção inversa do Agrupamento de Escolas dos Bairros das Aldeias dos Macacos, na cidade de Braga e de Nogales...
Se for designado Diretor, pelos apátridas do Conselho Geral Transitório, em Maio de 2014, prometo:
1º - Oferecer a droga de um café a todos os professores/dia
2º - Oferecer a droga de meio café a todos os funcionários/semana
3º - Oferecer a droga do resquício de meio café a todos os alunos/mês
4º - Oferecer aos professores sumos de laranja natural doce, compradas à Braval e vender sumos de laranja amarga provenientes da Lipor, para os alunos; os elementos da direção e afins, para evitar a cólera, enchiam o bandulho, com resquícios das podres de Amareleja...
5º - Oferecer, comes e bebes, no Bar e na Cantina, gratuitamente, a todos os elementos da direção e como extensão semântica alargar, tal benesse às legítimas e às namoradas e respetivos descendentes, conhecidos e desconhecidos. 
6º - Fotocópias gratuitas, mas limitadas (1 por dia), a todo o pessoal e ilimitadas a todos os elementos da direção e igualmente como extensão semântica alargar, tal benesse às legítimas e às namoradas e respetivos descendentes, conhecidos e desconhecidos. 
7º - Aproveitar o Hall de entrada da escola de Braga de do Souto e da escola principal do souto e  construir um parque de estacionamento subterrâneo e com capacidade para 200 + 200 lugares gratuitos (para não ser acusado de discriminatório, não serão dados lugares de estacionamento só para professoras).
8º. - Impor aulas só de alunos adolescentes meninos e aulas só de alunas adolescentes mulheres.
9º - Meter todos os alunos, dentro da sala de Rádio, fechar a porta à chave e deitá-la para o lixo, e colocar os phones nas alturas, mas sem acesso à EDP.
Repartir as receitas da papelaria/fotocopiadora, com todos os professores acionistas, numa de capitalismo popular.
Se faltar massa, a braguesa loira das finanças que pague os engodos...

Nenhum comentário: