Bayard Demaria Boiteux (1916 - 2004)

NA ESCOLA, TAL COMO NO MUNDO, TODOS SOMOS PROFESSORES E TODOS SOMOS ALUNOS.
(Faculdade Economia Porto)

quarta-feira, maio 07, 2014

Chamadas de valor acrescentado...



As chamadas de valor acrescentado são um grande negócio para os canais de televisão, para a PT, Finanças e para os bancos. Todos ganham. Os canais de televisão e a PT ganham uma percentagem das chamadas, as Finanças ganham o IVA e os bancos ganham uma taxa por cada transação que o vencedor efectua com o cartão de crédito que ganha.
Todos os dias os espectadores dos canais genéricos de televisão são aliciados para ligarem para os números que passam constantemente em rodapé e se habilitarem a determinada quantia.
“Ligue o 760……. e fique imediatamente habilitado a ganhar 60 000€ (valor garantido...)”.
Há programas cuja existência se deve apenas ao concurso, onde os apresentadores conseguem estar quarenta e cinco minutos a falar de nada, a aliciarem constantemente quem os está a ver.
Os mais incautos são os idosos, que caiem neste embuste e gastam mais do que podem não tendo meios de pagar a conta telefónica quando a recebem.
Os apresentadores, bons profissionais, colaboram nesta burla, pois além de propagandearem o concurso vezes sem conta durante horas, chegam ao ponto de perguntar ao vencedor o que vai fazer com o dinheiro, sabendo perfeitamente que não há dinheiro nenhum em jogo, o que há é um cartão de crédito de um banco que o vencedor é obrigado a aceitar e a assinar um documento emitido pelo banco como recebeu aquele valor, que na realidade não recebeu e se não assinar não recebe. Assinando, recebe um cartão de crédito no valor do prémio anunciado que só lhe permite pagar despesas durante um determinado período de tempo, pagando uma taxa elevada por cada despesa paga. 
Se o prazo expirar perde o saldo que lhe restar.
No regulamento dos prémios é mencionado que os valores são pagos em cartão de crédito, então porque é que a publicidade do concurso não só omite esta forma de pagamento como engana os correntes levando-os acreditar que o prémio é pago em dinheiro?
Onde estão as entidades reguladoras e fiscalizadoras que pactuam na venda de gato por lebre?

2 comentários:

Anônimo disse...

Isto é uma vergonha. E, pelo que vejo, a televisão pública faz o mesmo. Muito obrigado pela informação.

Anônimo disse...

Isto é uma vergonha, uma vigarice legal. E, pelo que me é dado ver, a televisão pública faz o mesmo. Muito obrigado pela informação.