Bayard Demaria Boiteux (1916 - 2004)

NA ESCOLA, TAL COMO NO MUNDO, TODOS SOMOS PROFESSORES E TODOS SOMOS ALUNOS.
(Faculdade Economia Porto)

quarta-feira, junho 12, 2013

Horários Fantasmas...?

6 000 professores que pedindo a aposentação até 31 de dezembro de 2012 iriam ver a sua aceitação, até agosto, resolvida e teríamos aparentemente 6 000 horários libertos, segundo a palavra do Nuno, pessoa que desconhece as suas funcionalidades profissionais/ministeriais.
Mas em julho os beneficiários serão apenas 100 (Público e Privado), e em Agosto 5 900?

Por um lado, as verbas do POPH que financiavam os vencimentos de muitos professores que lecionavam cursos profissionais, já passaram para as mãos do IEFP e por conseguinte, o que acontecerá aos ditos cursos.
Abrirão novas turmas no 10.º?
Abrirão novos cursos?
Não havendo cursos profissionais na escola pública, quantos professores irão ocupar os tais 6 000 horários de Nuno Crato?
Nuno Crato não desejava implodir o MEC. Pois, chegou a hora de os professores substituirem o ministro, nessa hércule tarefa.

Por outro lado, porque é que as ditas fraudes dos dinheiros públicos, na gestão de grupos empresariais de entidades privadas de ensino, ficaram com os relatórios do IGE entupidos?
Finalmente, qual o nível de rotação de stocks, em termos de capital humano/professores, nos colégios privados? Porquê os três anos?

Nenhum comentário: